avatar

31 de janeiro de 2015

Crítica Sailor Moon Crystal – Dark Kingdom: o arco das possibilidades perdidas

moonassustada2

Após assistir a 14 episódios por um longo e tortuoso semestre (maldita periodicidade!), a primeira fase de Sailor Moon Crystal finalmente chegou ao fim. Tchau, tchau arco Dark Kingdom! Foi um grande prazer revê-lo… (pausa). Tá, nem tanto.

Quando o novo anime em comemoração ao aniversário de 20 anos da franquia foi anunciado, a comunidade de fãs aplaudiu de pé e desejou que ele fosse bem semelhante ao mangá.

De fato, Crystal realizou boa parte desse sonho, produzindo episódios respectivos a cada ato e com a maioria das passagens ocorrendo como se estivéssemos lendo o quadrinho – apesar de algumas mudanças bem extravagantes.

Mas, se por um lado isso foi positivo porque pudemos assistir a momentos tão sonhados, por outro, a transposição quase literal para as telinhas, por meio de uma animação de baixa qualidade, parece ter sido um tiro que saiu pela culatra.

Narrativa

O texto da aventura inicial de Sailor Moon já não é um dos melhores. Ele segue um ritmo tão acelerado que às vezes se atropela e a gente nem consegue mastigar aquilo que acabou de ler. Isso porque, naquela época, a autora Naoko Takeuchi era pouco experiente, nunca havia trabalhado com tantos personagens e ainda tinha que lidar com o curto prazo do lançamento do mangá junto com o anime.

Crystal seguiu por um caminho não muito diferente. Ao invés de utilizarem os conceitos da história original para criar uma nova adaptação que pudesse explorar e costurar melhor os acontecimentos, os roteiristas Mutsumi Ito e Yuuji Kobayashi embarcaram nos mesmos problemas do texto original – principalmente o melodrama repetitivo do casal protagonista -, acrescentaram mais alguns e não souberam aproveitar o que ele tinha de melhor, como as lembranças do Milênio de Prata.

Mesmo quando eles receberam uma luz de criatividade e resgataram o pouco explorado relacionamento dos generais com as guerreiras, o resultado foi tão aquém das possibilidades que poderia ter ficado apenas no papel.

Animação

Mas nada disso não seria tão evidente se a execução do roteiro, chefiada pelo diretor Munehisa Sakai, também não tivesse seus problemas. Quem assistiu ao clipe musical de Moon Pride, da banda Momoiro Clover Z, ou ao SeraMyu La Reconquista, sabe bem que uma história conhecida há 20 anos poderia ter uma releitura criativa sem perder a fidelidade.

As poucas cenas do clipe, em que as guerreiras estão desamparadas e elevam suas forças ao limite (representado pela destruição dos símbolos dos planetas), fizeram mais jus à batalha final contra a Metaria do que a que aconteceu de fato.

Até a comédia carismática, uma das principais características do mangá e da série dos anos 90, foi suavizada a ponto de deixar inexpressivos os momentos mais engraçados.

A série não só deixou de construir seu “quê especial” como também ficou na linha da medianidade. Talvez pela falta de grana, Crystal teve alguns cenários e efeitos em CG que encheram os olhos, mas o restante deixou – e muito – a desejar. Frames preguiçosos e mal desenhados, colorido artificial e sem volume, cenas paradas em excesso e pouca inovação na movimentação de câmera se tornaram o cerne dessa produção. Faltaram os brilhos, as poses exageradas, as fitas e os rodopios que dão charme a qualquer produção do gênero “garotas mágicas”.

E nem a célebre frase “no blu-ray vão melhorar”, que se tornou o hino de esperança dos fãs para as melhorias, pareceu surtir efeito para diminuir os bugs, visto os últimos lançamentos. O resultado mais óbvio disso é que as pessoas estão deixando de assistir a série, de acordo as visualizações japonesas no Nico Nico Douga, que reduziram quase 88% desde a estreia. O cenário não é muito diferente nos canais internacionais.

sailormooncrystal_audiencia

O que esperar

A realidade é que a primeira parte de Sailor Moon Crystal merece o prêmio do arco das possibilidades perdidas. A expectativa para a segunda, com o arco Black Moon, é que ao menos o roteiro seja melhor, já que a narrativa do próprio mangá se desenvolve de maneira mais consistente.

É importante também que a série possa ganhar um “poder crítico” na execução, já que mais dinheiro está entrando em caixa com os licenciamentos da série para a televisão no Japão e no mercado internacional.

Se nada disso funcionar e Crystal oficialmente continuar após o Ato 26, torçamos que os demais arcos tenham uma equipe de produção completamente diferente. Só assim para assistirmos a uma adaptação excitante, que nos prenda às exibições, e que realmente faça a diferença – com toda a pompa que Sailor Moon merece.

27 Responses to “Crítica Sailor Moon Crystal – Dark Kingdom: o arco das possibilidades perdidas”

  1. avatar Arutemisu disse:

    Excelente review! Resumiu bem minha opinião – e a de muitos fãs – acerca da série.
    Eu fui uma das muitas de parou de ver a série com afinco lá pro ep. 9 ou 10. Deixei acumular uns 4 agora no final pra assistir tudo de uma vez. Gostei muito, mas ficou aquele gostinho de “ficou faltando um quê a mais”.

  2. avatar julimel disse:

    Acompanhar Sailor Moon Crystal está sendo uma experiência totalmente nova e única! Não estou acompanhando (ainda) o mangá, mas sei o quanto é frustrante não ver adaptada aquela cena que você tanto leu e imaginou… É aquela coisa, nem tudo é 100%.
    Achei a série muitíssimo linda, volto a ser criança toda vez que vejo. De todos, só o episódio 13, na minha opinião, realmente deixou a desejar… Me senti meio estranha kkkk
    Estou adorando ver uma Serena diferente, mais decidida e até mais corajosa!

    Que venha a segunda fase!!! E as outras também…

  3. avatar Guiaoshi disse:

    Nada a acrescentar, é isso mesmo o que foi dito. E o numero de vizualizações decrescente a cada act mostra o quão desperdiçaram os acontecimentos importantes do arco como o aparecimento da princesa e toda a reta final, que de tão fracas e sem emoção não conseguiram segurar o público.

  4. avatar Yuki disse:

    OMG! finalmente uma crítica sincera ao anime, e não feita por fãs cegos que acham tudo lindo e perfeito!

    Sailor Moon Crystal realmente deixou MUITO a desejar, especialmente na parte de produção, animação e trilha sonora! se tinha algo q eu amava no anime antigo, eram as músicas! sempre davam um toque especial a tudo, ajudavam a trazer mais emoção, e em Crystal, pelo menos no primeiro arco, não tive essa impressão!

    esse negócio das cenas paradas demais, da falta de pompa nos ataques como víamos na série antiga, do traço bugado em inúmeras cenas e a adaptação extremamente desnecessária dos Shitennou, morrendo daquela forma idiota com 2seg de lágrimas das Senshi por eles, fizeram com q eu perdesse completamente o crédito no anime!

    a ÚNICA coisa q gostei foi q seguiu a linha de história do mangá, sem fillers, mas em termos de emoção e adaptação, desenvolvimento dos personagens e suas amizades, sim, ainda acho o antigo anime melhor, por mais que mais infantil um pouco!

    perderam uma baita chance de melhorar ainda mais a história da Naoko, que como o texto mesmo disse, fez um primeiro arco muito apressado por causa de inúmeras razões!

    esperemos que o próximo arco seja melhor!

  5. avatar Maitê disse:

    Bom, eu amo Sailor Moon é meu anime favorito e sempre foi, e sendo assim como fã é muito difícil constatar o quanto Dark Kingdom deixou a desejar. Eu acho muito boa a história do arco em si, e não acho errado a idéia de transpor de forma literal a história do mangá, o problema foi que a prioridade foi caber cada ato correspondente ao mangá em 24 minutos de episódio, não importando se melhorias na narrativa poderiam ser feitas e se haveria a necessidade de aumentar o número de episódios para deixar a história menos corrida e mais fluída, foi uma grande pena, pois sabemos que a Naoko tinha prazo para entregar a história do mangá e teve diversas idéias abortadas pelo Osabu também.
    Além disso, a qualidade da animação está muito aquém do que SM merece, por já ter e (ainda trazer) tantos lucros pra Toei, deveria ter tratamento melhor no mínimo! Um enxame de imagens estáticas, falta de canções e cenas impactantes nas cenas chave, é de espantar qualquer público! E tem que ser MUITO FÃ para ficar lembrando quando terá episódio! Esse esquema de exibição é horrível e não favorece quem está conhecendo o título agora!!
    Uma coisa: acho que se ficarmos debatendo só entre nós os fãs, o descontentamento não vai chegar a quem tem que chegar, o Munehisa Sakai bloqueia no twitter quem faz qualquer crítica mesma que construtiva a série, poderíamos fazer uma espécie de tuitaço ao Osabu, para ser a maneira mais fácil de chegar aos ouvidos da Naoko, pode ser que ela já saiba e até não esteja gostando também, pode ser que não possa fazer nada devido o contrato entre ela e a Toei, mas pode servir para futuros projetos envolvendo SM. Afinal, as crianças de ontem são os adultos de hoje que querem qualidade! Tomara que Black Moon seja bem melhor.

  6. avatar Maike Wesley disse:

    Fiquei completamente mal depois de ler isso…
    O anime tá péssimo em audiência, pior que tenho que concordar né,
    se ele não receber um Up, vai cair mais e mais e no fim não teremos as outras temporadas

    Ooo PRODUÇÃO !
    Vamos caprichar aí.

  7. avatar Franco disse:

    Tudo que foi dito aqui é válido e tem mais: a falta de tato com o mangá e o sentido de certas coisas foi diluído.
    Por exemplo antes de Sailor Moon amadurecer e ganhar poder destrutivo ela se lamentava por não ter força destrutiva como suas amigas e Mamoru lembra que ela tem outro tipo de poder capaz de curar o coração das pessoas representado muito bem pelo ataque Moon Healling Escalation,mas nesse anime isso perdeu o sentido graças a cena extra com Sailor Moon ferindo Zyocite.
    Fora as incoerências: como os generais morreram na hora que deviam Mamoru quando possuído coletou seus cristais dando sentido ao fato deles aparecerem na roupa dele,mas no anime isso não acontece e os cristais surgem do nada
    Fora a importância que Venus tinha ao empunhar a espada que serve pra justamente proteger a princesa ter sido limada fazendo a propria Sailor Moon usar contra Beryl tiram o sentido original desse contexto.
    Eu já desconfiava que a coisa ficaria feia nesses traços serios e sem carisma e nesse clima muito serio qie colocaram fora os erros e a equipe pouco talentosa(eles fizeram Saint Seiya Omega) e se não mudar vai ser um fiasco imenso esse anime.Ah como eu queria a equipe original do anime anterior de volta.

  8. avatar Carlos disse:

    O números da audiência refletem bem o que os fãs sentiram em relação a série, acho que muita gente (eu incluso) criaram muita expectativa em relação a Crystal e se decepcionaram.
    A partir do ato 10 eu perdi muito interesse e só continuei mesmo a assistir mais por “obrigação” por assim dizer e por ser fã de Sailor Moon de verdade.
    Os problemas da série todo mundo já sabe, a animação e o traço ruins, embora na minha opinião, em 2014/2015 com as técnicas de animação e o dinheiro que os estúdios possuem, não deveriam ter feito algo de tão baixo nível, mas eu até deixaria isso passar caso tivessem trabalhado melhor a trama, porque existem muitos animes (no geral animes antigos) com animação e traço ruins, mas cuja trama se desenvolve tão bem que o espectador nem se incomoda com a animação e o traço.
    A trilha sonora (ou a falta dela) em Crystal também deixou muito a desejar, achei muito inexpressiva.
    Mas para mim o maior defeito de Crystal foram as mudanças da obra original, em especial as relacionadas ao quatro generais do Dark Kingdom. Quando vi que haviam deixado o Jedaite vivo, previ que isso estragaria a série, que eles manteriam os quatro vivos, mas como o arco é curto, não conseguiram utiliza-los de forma decente na trama e que os roteiristas seriam obrigados a elimina-los de uma forma corrida e mal feita, que foi o que aconteceu.
    Detestei a ideia de tentarem criam um romance entre os generais e as sailors, coisa que nunca existiu no mangá, onde o contato entre esses dois grupos é muito breve e se resume apenas a protegerem o príncipe e a princesa respectivamente.
    Não gostei também de terem tirado o destaque das outras sailors para favorecerem a Sailor Moon, principalmente na luta contra a Beryl. Ficou parecendo que a Sailor Moon não precisa das outras guerreiras e que ela resolve sozinha, quando na realidade as outras sailors são melhores guerreiras que a Moon e esta última é que vai se desenvolvendo durante a trama para se tornar uma guerreira melhor.
    Poderiam ter trabalhado melhor as cenas de lutas e terem feito um pouco mais longas e elaboradas, pra mim essa seriam a única mudança valida, já que no mangá as lutas são muito rápidas e não funcionariam em um anime.
    A série poderia ter até se beneficiado de um ou dois episódios fillers para desenvolver melhor as personagens e a amizade entre as meninas, pois tudo acontece tão rápido e fica a impressão que elas acabaram de se conhecer e já se tornam melhores amigas da noite para o dia. Penso que esses fillers serviriam também para tornar as personagens mais agradáveis e criar um elo maior com o público.
    Enfim, acho que o primeiro arco veio com muita expectativa mas acabou deixando um gosto amargo na boca da maioria dos fãs. Espero que pelo menos esse arco tenha servido para os produtores aprenderem com os erros, porque para mim se for continuar nesse mesmo nível eu prefiro que nem continuem com a série.

  9. avatar cecil disse:

    Maike Wesley disse:
    31 de janeiro de 2015 às 10:03 pm
    Fiquei completamente mal depois de ler isso…
    O anime tá péssimo em audiência, pior que tenho que concordar né,
    se ele não receber um Up, vai cair mais e mais e no fim não teremos as outras temporadas

    Ooo PRODUÇÃO !
    Vamos caprichar aí.

    sabendo que tem versão melhor e sem censura em BD quem vai ver versão TV?

  10. avatar cecil disse:

    A série poderia ter até se beneficiado de um ou dois episódios fillers para desenvolver melhor as personagens e a amizade entre as meninas, pois tudo acontece tão rápido e fica a impressão que elas acabaram de se conhecer e já se tornam melhores amigas da noite para o dia. Penso que esses fillers serviriam também para tornar as personagens mais agradáveis e criar um elo maior com o público.
    nossa cara a proposta é justamente NÃO TER FILLERS,sinto dizer mas falou besteira

  11. avatar cecil disse:

    Franco disse:
    1 de fevereiro de 2015 às 12:09 am
    Tudo que foi dito aqui é válido e tem mais: a falta de tato com o mangá e o sentido de certas coisas foi diluído.
    Por exemplo antes de Sailor Moon amadurecer e ganhar poder destrutivo ela se lamentava por não ter força destrutiva como suas amigas e Mamoru lembra que ela tem outro tipo de poder capaz de curar o coração das pessoas representado muito bem pelo ataque Moon Healling Escalation,mas nesse anime isso perdeu o sentido graças a cena extra com Sailor Moon ferindo Zyocite.
    Fora as incoerências: como os generais morreram na hora que deviam Mamoru quando possuído coletou seus cristais dando sentido ao fato deles aparecerem na roupa dele,mas no anime isso não acontece e os cristais surgem do nada
    Fora a importância que Venus tinha ao empunhar a espada que serve pra justamente proteger a princesa ter sido limada fazendo a propria Sailor Moon usar contra Beryl tiram o sentido original desse contexto.
    Eu já desconfiava que a coisa ficaria feia nesses traços serios e sem carisma e nesse clima muito serio qie colocaram fora os erros e a equipe pouco talentosa(eles fizeram Saint Seiya Omega) e se não mudar vai ser um fiasco imenso esse anime.Ah como eu queria a equipe original do anime anterior de volta.

    isso tudo é culpa da censura,isso hoje ocorre com a maioria dos animes que saem censurados na TV e depois sem censura em BD e DVD e SM Crystal não está sendo exceção

  12. avatar sellene disse:

    Eu também concordo com inúmeras das opiniões já ditas, mas gente eu sonhei durante anos para ver a versão original do mangá e sinceramente, prefiro como está, nada de fillers, se tivesse muitos fillers eu ficaria decepcionado, o fato é q realmente a primeira fase do mangá não é das melhores reproduzidas, mas acredito q as próximas podem melhorar, mas algumas coisas q acho gritantes como a trilha sonora e a falta da comédia deixam a desejar (mas eu pessoalmente entendo a idéia do diretor, tornar o anime mais adulto e menos infantil afinal sailor crystal não é sailor moon classic)

  13. avatar Priscila Serrano disse:

    Falta de comédia em excesso não me afeta, pois o mangá é sério.
    Falta de trilha sonora tb não me afeta, é indiferente pra mim.
    Fillers não devem ser utilizados, pois no mangá a história
    é corrida, e gosto assim. Não me decepcionei com Crystal,
    por não ter grandes expectativas. Que venham os outros Arcos!!

  14. avatar Felipe disse:

    Sinto dizer cecil, mas teve fillers sim, então a besteira veio de tua parte.
    E com relação a essa espera de que as coisas melhorarão no Blyray, pra maim não cola.
    Retirar a censura no Bluray é válido, pois como o próprio cecil citou acima, a TV tem censurado muita coisa (apesar de SMC não passar na TV ainda O.o), mas infelizmente esses erros aconteceram com outros animes tbm (em Omega, no primeiro episódio, tem cenas do Seiya sem asas na armadura). Mas isso não deveria acontecer com SMC, já que a periodicidade é maior, o que daria mais tempo pra consertar isso.

  15. avatar Reiko Aya disse:

    Ixi, pelo visto Makoto mudou de nick pro pessoal não bater o olho no nick e nem ler escrito embaixo. Enfim, a versão BD contem apenas pequenas correções cosméticas (olhos e caras tortas/inexpressivas) e nem isso com e um ou outro erro grosseiro (aparição da Sailor Venus), não ta fazendo milagre nem vão modificar o que alguns chamam de censura mas que pra mim é apenas a equipe seguindo o caminho mais clichê/mais fácil em alguns momentos. Nem mesmo nas correções de animação não estão sendo tão eficientes, como visto nos últimos BD´s com alterações para pior em cenas que não precisavam enquanto mantiveram traços vergonha alheia. Ou seja, até na versão BD parece que SM Crystal carece de revisão, de maior atenção.

  16. avatar Carlos disse:

    cecil, todo mundo sabe que a proposta é não ter fillers, mas de todo jeito eles acabaram existindo, os generais vivos e lembranças entre eles e as sailors são fillers e péssimos por sinal.
    Nem tudo dá pra ser 100% igual ao mangá, por exemplo nas cenas de luta que no mangá são muito rápidas e simples, foram alteradas para funcionarem melhor na animação.
    Quando eu mencionei os fillers, não quis dizer vários episódios desse tipo, mas talvez um ou no máximo dois episódios fillers, não precisam ser episódios inteiros assim e podiam colocar cenas do mangá dentro desses fillers. Acho que ajudariam um pouco para tornar desenvolver melhor as personagens.
    Acho que a proposta de fazer uma série mais adulta se perdeu graças as mudanças na trama, acabou ficando infantil e forçado demais.
    Concordo com a Reiko Aya, os produtores realmente decidiram pelo caminho mais fácil

  17. avatar Makoto disse:

    @Reiko Aya contanto que ele/ela/it tenha parado de usar o meu apelido, já fico BEM feliz =D

  18. avatar Reiko Aya disse:

    @Makoto verdade, acho que tanto vc quanto a verdadeira Mako-chan agradecem.

  19. avatar Franco disse:

    No BD eles não consertam as mancadas já feitas né como deixar os generais vivos e mudança do sentido das cenas,ou remover o colar da Beryl,tudo isso é só pra consertar falhas que nem deveriam existir com 15 dias de produção.
    Não se deixem enganar se Sailor Moon fosse feito pela Ufotable,Production I.G. com um time de primeira nunca que deixariam a serie nesse estado de “anime infinito” mesmo se fosse semanal.

  20. avatar Felipe disse:

    Falou tudo, Franco. Se SMC tivesse metade da qualidade de Fate/Zero/UBW, não haveria reclamações.

  21. avatar Arilucia F. disse:

    Olá Sailor Team e fãs das sailors ! Andei fuçando a Google Play Store ultimamente e achei um jogo bem divertido de Sailor Moon. É um jogo feito por fãs e está em japonês, mas é bem intuitivo de jogar não precisa saber do idioma. É só pesquisar :”Sailor Moon” na Play Store que aparece o jogo, o desenvolvedor é o M-Take, pelo que eu vi nos comentários, vários brasileiros já jogaram e gostaram!
    Aqui o link:
    https://play.google.com/store/apps/details?id=com.app.supp.sailordash

    Vim compartilhar pois o jogo é divertido e com belos gráficos. Ah, e seria bem legal ver vocês do SOSSM fazendo um post, ou até uma aba separada, só pros jogos de Sailor Moon, oficiais e feito por fãs. Já joguei alguns, o que eu mais gostei foi o oficial Sailor Moon Another Story, emulei no SNES. Obrigado pela atenção.
    Ps.: Com a chegada de SM Crystal adoraria ver um jogo RPG ou de luta de Sailor Moon pra PS3 ou PS4, ou pelo menos um portátil. Sonhar não custa 😀

  22. avatar sellene disse:

    Arilucia F. Esou jogando esse jogo e é muito massa, super legal, indico pra quem é fã de sailor moon.

  23. avatar spike_fr disse:

    As criticas chegam a ser extremistas mesmo!! por todos os lados!! ate o fato da venus nao ter pego uma espada!! aff pelo amor… toda adaptacao tem suas diferenças.. . ha se muitas coisas a seguir , tendencias atuais, publico crescido, o fato de ser uma remake , prioridades contratuais entre outras coisas!!
    crystal seguiu exatamente , ou quase, todos os arcs… mas como foi dito ai com mt coerencia, naoko era jovem, iniciante, e era muita , demasiada informacao e coisas que uma adaptacao por mai fiel e tal em 20mins ficaria dificil de nao ser corrida , e alem do mais, agradar a gregos e troianos!!!!
    o unico mal de crystal realmente foi falhas de animacao….
    a musica eh dez, os cenarios tmb, as vozes mt bem escolhidas sim… o que peca ainda eh a animacao bruta mesmo!! as imagens sao mt bonitas os efeitos nota dez( !!!! )e tal.. mas o que peca ainda eh na hora da animacao bruta!!!
    mas ainda as cenas de acao , no geral claro sao mkhores que as do anime 90, ou voces nao lembram q a maioria das “lutas” de sm 90 eram ou cenas de golpes repetitivos em sequencia, ou eram por quadros parados!!! verdade ou nao eh?

  24. avatar spike_fr disse:

    a primeira fase de sm realmente , vendo pelo manga, nao eh uma das melhores mesmo…
    jah nos anos 90 ela foi quase totalmente alterada, com um toque do humor e lado cativante dos personagens , musica e sobrtudo dubladores… era outra epoca tmb!! jah a fase R foi estragada.. jah q pelo lado da historia a fase R no manga jah eh muito mais interessante…
    entao, esperemos e oremos para que agora, com a fase R prevista realmnte os estudios deem um UP
    ( como foi dito anteriormente 🙂 sosbretudo a nivel de animacao!!!

  25. avatar Luiz disse:

    Eu não tenho nada do que reclamar, pois a história seguiu à risca o mangá (e olha que eu li e reli esse mangá 3 vezes!!!). Mas minha ansiedade mesmo é para o arco S e último arco, Stars se é que vai ter esses nomes…porque eu quero ver Uranus, Netuno, Plutão e Saturn unidas….ver a verdadeira face da Galáxia… a ambiciosa e meticulosa Galáxia que sem poupar tempo acaba com as Sailors e expõe a Sailor Moon a derrotar o Caos…com certeza de boazinha ela não tem nada e no mangá ela nem precisou ser dominada pelo Caos pra mostrar quem era…

    A única coisa que entendo como o quê a mais é a falta da ação… faltou ação e alguns traços no uniforme da Mars e da Jupiter… Do mais, não tenho mesmo do que me queixar…

  26. avatar Roberto disse:

    Prefiro mil vezes a serie classica, com aquela Serena muuuito engraçada! A historia no SM Crystal correu loucamente rapida, nem deu valor a certos fatos, como disseram aqui deveriam haver fillers que complementassem a ideia do mangá (que transcorre rapida demais até). Se eu fosse escolher entre a serie Classica e a Crystal, claro que compraria a Classica (que tem fillers memoráveis)… SM Crystal me decepcionou… e os numeros mostram isso…

  27. avatar Roberto disse:

    O unico ponto bom q ocorreu em SM Crystal foram as atitudes da Rei, que não se mostra apatica a Serena! Isso me incomoda demais na serie classica, a Rei é cafonissima em relação a Rei de Crystal.