avatar

1 de outubro de 2014

Carta aberta por uma melhor adaptação de Sailor Moon pela Editora JBC

Em agosto, a galera do SOS Sailor Moon entregou uma cartinha “real” para a Editora JBC. A diva Nova Rainha Serenity largou o forninho de cristal e enviou via Pluto Time Travel Mail sua mensagem sobre o trabalho de adaptação do mangá, principalmente sobre as escolhas inconstantes das tais frases mágicas. Afinal de contas, Sailor Moon é um mahou shoujo e essas firulinhas são muito importantes para nós.

A cartinha foi entregue no dia 28, com uma lista contendo sugestões de termos e outra com os que foram utilizados pela dublagem brasileira. Como não recebemos retorno do editor Cassius Medauar e vimos um Vol.6 cheio de papagaio de pirata, postamos a carta aqui, de forma aberta, para que todos os leitores possam pedir por um trabalho mais coerente, que tenha liberdade de criação, mas que respeite e melhore aquilo que foi desenvolvido no Brasil no últimos 20 anos, ao invés de piorar a situação.

Coloquem a boca no trombone e digam aqui o que estão achando das adaptações e deem também as suas sugestões! As melhores irão junto com uma nova carta – furiosa – da nossa Rainha! XD

carta-editora-jbc-sailor-moon-manga-traducao

35 Responses to “Carta aberta por uma melhor adaptação de Sailor Moon pela Editora JBC”

  1. avatar Laura disse:

    Que fofinho, parece mesmo da Neo Queen, pena que ela não existe x3

  2. avatar ThanatosIruga disse:

    Adorei os erros de português “propositais?”, pobre da usagi mesmo com um milênio pra aprender a escrever a pobre não consegue, tbm acho isso meio que revoltando, começaram o mangá tão bem e agora estão derrapando DEMAIS, erro de português lá, frase traduzida errada acu lá, assim fica difícil, e quando vou reclamar no facebook me chamam de implicante, não sou implicante, apenas quero que o mangá que eu paguei esteja adequado.

  3. avatar Mei disse:

    Creio eu que estão meio falhos essas constantes mudanças. Os mangás são comprados principalmente por fãs da série, o que acaba deixando a todos muito triste. Fora que pelo “precinho camarada” que pagamos todos os meses, deveríamos receber algo com muito mais qualidade!!!!!!

  4. avatar Renato disse:

    Talvez uma nova carta com um tom mais sério e direto seja mais eficaz! Achei fofo, mas pra questões mais pertinentes nada como chamar a atenção para o profissionalismo da editora! Optar por traduções mais padronizadas e coerentes, manter uma vertente para toda obra do projeto!

  5. avatar Carlos disse:

    Poderiam muito bem manter os nomes em inglês e colocado a tradução que quisessem como nota de rodapé e assim evitariam esses erros bobos e a maioria dos leitores ficaria satisfeita. Mas querem reinventar a roda com essas traduções liberais, pra mim parece mais o caso da editora tentar se sobressair em relação a obra, fazendo traduções desnecessárias e muitas vezes usando termos e palavras complexas que não se encaixam no contexto da obra e nem é condizente com o público do mangá.
    Uma boa tradução deveria ser limpa, clara e o mais próximo do original possível, acho que não deveriam ter usado nenhum termo ou tradução da dublagem do anime, já que essa teve muitos erros e não condiz com o mangá.
    Enfim, a própria editora cria esses problemas, complicando o que deveria ser simples.

  6. avatar Priscila Serrano disse:

    Eu também notei algumas falhas nas traduções, mas não é algo que me incomode muito.
    Me incomodaria demais se faltassem páginas, o texto estando borrado ou o desenho
    apagado, o que não aconteceu até agora, mostrando a qualidade de edição e impressão.

  7. avatar StarSerenity disse:

    A carta ficou muito fofa, mas não precisava desses erros de português, né? Ok, ficou engraçadinho, mas a Neo Queen Serenity não é tão burra. Aliás, nem a Usagi do mangá é. Entendi que vcs quiseram dar aquele toquinho de graça (e até achei bem legal), mas a Usagi exageradamente burra do anime chega a irritar!

  8. avatar Maria Fernanda disse:

    A Usagi não é burra…Ela so não gostava de estudar e não fazia esforço…Lembrem que tem um epi que ela estuda bastante e vai bem na prova e tbm passou de ano ne??? Aff q idiotice….Principalmente ela no futuro ai que é mais inteligente….
    StarSerenity ela não é burra no anime….Ela so não se esforçava e não estudava….

  9. avatar Maria Fernanda disse:

    Onde esta a listinha??? Queria ver…

  10. avatar Íris disse:

    Realmente essas traduções são um problema, principalmente nas frases de ataque, pois que devem ter impacto para transmitir emoção. Imagine você lá todo empolgado, lendo e no momento emocionante do ataque você uma frasezinha mal escrita, isso é broxante!
    xD Ah sei que não tem nada ver com o assunto, mas também estou achando uma bobagem a distribuição do mangá do volume 6, sei que a JBC não tem dia definido para distribuir o mangá e sim apenas o mês, mas achei muito chato o fato de eles terem disponibilizado o novo volume no dia 29 e os assinantes não receberem no mês correspondente. A JBC está fazendo um trabalho legal, porém nós como consumidores devemos ser respeitados, tanto nesse quesito do atraso de entrega, como no reparos das falhas de tradução.

  11. avatar Danielle disse:

    Achei essa carta fofa(apesar de achar que a Neo Queen Serenity do mangá não escreveria errado,mas enfim),mas eu acho que não foi a melhor forma de falar de um problema sério e importante a uma empresa de porte grande como a JBC,creio que uma carta com um tom sério que mostrasse a insatisfação dos fãs perante esse problema da tradução dos ataques que com o passar das edições vem mudando e/ou ficando sem a menor relação com os termos originais seria bem mais eficaz ^^

  12. avatar Miguel Carqueija disse:

    Na minha modesta opinião, vocês deveriam ter enviado uma carta séria para a editora, digitada e não manuscrita… mas não só os ataques. Vejo no volume 6 Minako ser chamada de Mina…
    Usagi não tem nada de burra. Seu pensamento é profundo e até filosófico – quando ela resolve ser profunda. Vejam esta frase do volume 5 por exemplo: “Se não tivesses dado ouvidos a informações distorcidas, não teriam se tornado escravos do mal”. E ela é uma heroína que não se limita a lutar com os inimigos, ela discursa e fundamenta a sua posição.

  13. avatar Halinor Yeray disse:

    A carta ficou fofinha, porém… realmente concordo com alguns comentários acima: uma carta mais formal seria levada mais a sério.
    Quanto ao fato de Usagi ser burra, penso que o problema dela não é burrice e sim preguiça. Eu diria que o que se torna irritante é o fato de ela ser meio irresponsável e até infantil em alguns momentos (e isso não dá para negar que ela é). Mas ela não é burra, pelo contrário… às vezes tem uma percepção muito grande da situação, até mais que os outros. Eu também não gostei dos erros de português na cartinha, mas porque não imagino a Nova Rainha Serenity escrevendo assim. Parece que não combina. A Usagi de 14 anos, que acabou de descobrir que é a Sailor Moon e blábláblá dá pra imaginar escrevendo tudo errado, mas a Nova Rainha Serenity não.

  14. Concordo em gênero, número e grau com a cartinha.
    Porém, desavisados, é a JBCancer, a editora que caga para os fãs e tem as piores adaptações por aqui. Não sei como teve gente que comemorou quando soube que seria a JBC a publicar Sailor Moon, não duvidava nada que a personagem principal se chamasse “Serena”, se dependesse da JBCcancer
    Os fãs de Sailor Moon dão sorte, pois a JBCancer ainda tem um mínimo de consideração por vocês e manteve os nomes, e alguns pouco detalhes na adaptação.
    Em outros mangás, as coisas são beeeem piores. Bem mais cancerígenas.

  15. avatar Daniela disse:

    Gente eu tbm não consegui achar o volume 6 nas bancas no mês de setembro se eu for contar nos dedos eu devo ter indo umas 300 vezes e nada amanhã eu vou ver se já chegou estou achando que o volume 7 vai sair perto do Natal se deixar sinceramente eu to quase desistindo de fazer a minha coleção por conta de tanta demora 🙁 amanhã lá vou eu ir atrás do volume 6 mais nós moonnies deveriamos pedir pra Neo King Serenity mandar uma outra cartinha com um tom mais sério e reclamar das traduções mal feitas e do atrazo do mangá assim não dá galera

  16. Concordo plenamente. Esses nomes mudando toda hora e’ de dar nos nervos ><

  17. avatar Leticia disse:

    Eu achei a carta infantil demais pra abordar o assunto! Tb acho que se tivessem escrito mais seriamente poderia ter um resultado melhor! E espero tb que essa cartinha postada aqui no site tenha sido um rascunho e não a carta realmente enviada pra editora!

  18. avatar Sailor May disse:

    Fiz curso de Japonês e demorei 5 anos pra completar minha coleção do mangá de SM original. Pra mim ele está lá, texto perfeito, prontinho pra ler a qualquer hora. Quando finalmente fiquei sabendo do lançamento em Terra Brasilis, é claro que explodi de felicidade, mas eu já esperava por isso no momento em que decidiram não manter os nomes dos ataques em inglês. É fato: tradução sempre terá erros. Isso desde o National Kid até os dias de hoje. Se for pra ficar perfeito, só mesmo no original. Por isso, nem esquento mais a cabeça com isso e curto o que for lançado. A JBC fez um trabalho muito melhor que o esperado no quesito material, arte e acabamento. Pra mim já é o suficiente… Mas desejo sorte e bons ventos ao pessoal que quiser entrar em contato com a editora.

  19. avatar Blue*Seiya*Kou disse:

    Minako é chamada no mangá de Mina-chan, como eles aboliram o “chan” (exceto em Mamo-Chan) logo fica Mina, está correto, assim como Makoto que é Mako-chan e fica Mako.
    Acho que é válido questionar as traduções, mas é aquilo cada um vai ter sempre a sua versão de tradução que no final não agradará à todos.

    Notei neste último volume, que eles devem estar pegando direto da tradução em inglês do mangá, foi no golpe da Mimete: Original: Charm Buster! “STAR” ATACAR na versão do anime, mentira, no anime ela nunca falou Stars e sim “Estrelas, ataquem”. Assim como a placa DANGER no laboratório (act 30), creio que no original japonês não esteja em inglês a placa.

    Evidencias: http://missdream.org/sailor-moon-scanlations/sailor-moon-manga-scanlations/act-30-infinity-4-sailor-uranus-tenou-haruka-sailor-neptune-kaiou-michiru/

  20. avatar Clow disse:

    Eu achei ótima, melhor do que uma carta convencional.
    Eles parecem ser bem um estilo não convencional, tipo: “vou trabalhar de sunga pq fiz cavada hoje.”

  21. avatar Miguel Carqueija disse:

    Eu concordo com Halinor, mas essa infantilidade recorrente de Usagi que ajuda a torná-la tão fascinante… que uma pessoa tão ingênua possa ser a escolhida para salvar o mundo. Agora, a carta, do jeito que está, deve ter sido jogada na cesta de lixo lá na JBC.
    Quanto à percepção da Usagi, ela chega até a sabedoria, como se vê no seu discurso ecológico no animê longo “Corações em gelo”, na hora em que vai enfrentar a Rainha da Neve.

  22. avatar TsukinoUsagi disse:

    Nyaa!*0*.Não.gostei.das.traduções,mo.mangá.5.eu.fiuei.sem.dinheiro.e.tive.qie.pegar.emprestado.u..u,,na.minhaopinião , deviam manter os apelidos com chan pois deixa o ar mais MOE~~ e o nome dos ataques como no anime, em ingles!!
    Até outra horra *hora
    Usagi Tsukino
    Bye bye!
    PS : Vocês såo demais e a carta esta a caraya *cara da Nova Rainha Serenity!!

  23. avatar Luna P disse:

    Da próxima vez, q tal mandar a carta pra tia Naoko?
    Ela de certo não ficaria nada feliz com essa palhaçada q estão fazendo.
    Poxa!
    Tanto tempo tentando trazer o manga pras terras brasilis pra depois ficar de palhaçada?!

  24. avatar Sailor May disse:

    Blue*Seiya*Kou, fiquei na dúvida aqui e fui conferir, o “Danger” da placa está no original japonês sim. ^^

  25. avatar Rosecler disse:

    Achei essa carta ridícula. E estou gostando do trabalho da JBC, que é uma ótima editora de mangás. Tenho vários mangás publicados pela mesma.

  26. avatar Edu disse:

    Eu acho que a JBC está se destacando MUITO pela qualidade física dos mangás, o material é infinitamente superior ao de outras editoras que cobram preços semelhantes por mangás com folhas de jornal e sem páginas coloridas. A tradução e edição também não estão ruins no geral, o único problema mesmo são os termos específicos (ataques, acessórios, etc etc etc) que ficariam melhor em inglês e com nota de rodapé com possíveis traduções, afinal, no japão esses termos também são em inglês e não japonês.

  27. avatar Lívia Picelli disse:

    Bom, eu preferi ler o mangá primeiro e os comentários para poder opinar, então vamos lá:

    Por mais que eu tenha visto/lido diversas negativas, acredito que o trabalho da JBC com relação aos mangás que ela publicou/publica é ótimo. Vejo pelo cuidado que eles tiveram na edição de luxo de Rayearth (que é EXATAMENTE IGUAL à edição original – minha irmã tem os volumes), vejo pelo excelente trabalho que eles estão fazendo em Sailor Moon (que aliás, está bem melhor que o da editora que publicou nos EUA).

    Quanto à tradução, eu faço faculdade na área e posso dizer: “Abalo Global” ficou bem melhor que “Terra, Trema”. O que está acontecendo é que, como há o saudosismo dos fãs, as adaptações causam estranhamento. Mas em nenhum momento podemos dizer que o exemplo acima está errado. A única exceção à regra, na minha opinião, foi o “Moon Princess Halation”, que na primeira vez que apareceu ficou como “Halo da Princesa Lunar”, mas no volume seguinte foi alterado para “Auréola da Princesa Lunar”.

    Sinceramente não entendo o por quê dos fãs atirarem tantas pedras na tradução, sendo que na verdade a adaptação do anime é que ficou ruim.

    Mas enfim, a minha opinião é essa, a tradução do mangá não está me incomodando e estou extremamente feliz que foi para a JBC que a Naoko confiou a sua obra mais importante.

  28. avatar makoto disse:

    se tivessem mantido os nomes dos golpes em inglês com tradução no rodapé não estariam sendo criticados, bem feito pra JBC que quer copiar Panini

  29. avatar Jonatan disse:

    acho o trabalho da JBC excelente, o que não entendo é os fãs ficarem choramingando por anos e depois ficarem colocando defeito. Tem mais é que NÃO publicar mangás no Brasil mesmo, pq o povo só sabe reclamar. Não comprem os mangás, façam um cursinho de japones e comprem os originais, simples. Se você não pode fazer nada pelo mangá de Sailor Moon, não encha o saco da JBC, que sim, fez e com dificuldade conseguiu realizar nosso desejo de ter o mangá no Brasil.

  30. avatar Miguel Carqueija disse:

    Eu concordo com a Lívia, o trabalho da JBC está muito bom, até vídeos prévios de propaganda ela fez.
    O que eu penso que não deveria ser, é o que ninguém se lembra de falar: a ausência de comentários editoriais na capa ou nas páginas iniciais. O mangá está vendendo bem graças ao prestígio da personagem, pois quem nada souber da série estará comprando nabos em saco. Infelizmente são muito comuns os mangás que saem sem informação alguma para que os leitores façam alguma idéia do que se trata.

  31. avatar Sailor May disse:

    Jonatan e Livia falaram tudo!!

  32. avatar Diego disse:

    Hã… Não dá pra levar uma carta assim a sério, né? Que tal um e-mail mais sério do que isso?

  33. avatar Diego disse:

    E concordo com Jonatan e Livia.

  34. avatar Priscila Serrano disse:

    Só uma ressalva: O século 30 começa em 10.001 e termina em 11.000. Então deveria ser 10.014.